Livraria Biotec
Encontre seu livro
Buscar

Categorias
Por
Produtos em estoque
e-mail: biotec@livrariabiotec.com.br
Tels.: (11)4063.0580 (fixo) / 99441.5574 (cel)

Site Protegido

 
Biotec Twitter

Feliz Natal

A equipe Biotec lhe deseja um

Feliz Natal e Próspero 2010

INTRODUÇAO AOS SISTEMAS DE DISTRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA - 2/ED

INTRODUÇAO AOS SISTEMAS DE DISTRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA - 2/ED Autor: KAGAN
Editora: BLUCHER - 2010
ISBN: 9788521205395
Área: Eng. Elétrica
N. Páginas: 710 pags
Valor:
R$151,01

Sob Encomenda

Sujeito a disponibilidade na editora/fornecedor.

Prazo de entrega:
Livros nacionais: 30 dias úteis.
Livros importados: 60 dias úteis.


SUMARIO:
Constituição Aos sistemas elétricos de potência
1.1. Introdução
1.2. Sistema de geração
1.3. Sistema de transmissão
1.4. Sistema de distribuição
1.4.1. Sistema de subtransmissão
1.4.2. Subestações de distribuição
1.4.3. Sistemas de distribuição primária
1.4.3.1. Considerações gerais
1.4.3.2. Redes aéreas - Primário radial
1.4.3.3. Primário seletivo
1.4.3.4. Redes subterrâneas - Primário operando em malha aberta
1.4.3.5. Redes subterrâneas - Spot network
1.4.4. Estações transformadoras
1.4.5. Redes de distribuição secundária
1.4.5.1. Introdução
1.4.5.2. Redes secundárias aéreas
1.4.5.3. Rede reticulada

Fatores típicos da carga
2.1. Classificação das cargas
2.1.1. Introdução
2.1.2. Localização geográfica
2.1.3. Tipo de utilização da energia
2.1.4. Dependência da energia elétrica
2.1.5. Efeito da carga sobre o sistema de distribuição
2.1.6. Tarifação
2.1.7. Tensão de fornecimento
2.2. Fatores típicos utilizados em distribuição
2.2.1. Demanda
2.2.2. Demanda máxima
2.2.3. Diversidade da carga
2.2.4. Fator de demanda
2.2.5. Fator de utilização
2.2.6. Fator de carga
2.2.7. Fator de perdas
2.2.8. Correlação entre fator de carga e fator de perdas
2.2.9. Curva de duração de carga
2.3. Conceitos gerais de tarifação

Corrente admissível em linhas
3.1. Introdução
3.1.1. Considerações gerais
3.1.2. Seções da série milimétrica
3.1.3. Seções definidas pela American Wire Gage
3.1.4. Cabos isolados
3.2. Corrente admissível em cabos
3.2.1. Introdução
3.2.2. Equacionamento térmico - Pequenas variações de corrente
3.2.3. Equacionamento térmico - Grandes variações de corrente
3.2.4. Corrente de regime- Cabos nus
3.2.4.1. Considerações gerais
3.2.4.2. Dispersão do calor por convecção
3.2.4.3. Dispersão de calor por irradiação
3.2.4.4. Calor absorvido por radiação solar
3.2.5. Corrente de regime- Cabos protegidos
3.2.5.1. Conceitos básicos de transferência de calor -
Modelo análogo
3.2.5.2. Cálculo de condutor protegido imerso ao ar
3.2.6. Corrente de regime - Cabos isolados
3.2.6.1. Introdução
3.2.6.2. Perdas no condutor
3.2.6.3. Perdas na blindagem e na armação
3.2.6.4. Perdas dielétricas na isolação
3.2.6.5. Procedimento geral de cálculo para redes com mútuas térmicas
3.2.7. Corrente admissível - Limite térmico
3.2.7.1. Cabos nus
3.2.7.2. Cabos protegidos
3.2.7.3. Cabos isolados

Constantes quilométricas de linhas aéreas e subterrâneas
4.1. Introdução
4.2. Constantes quilométricas de linhas aéreas
4.2.1. Considerações gerais
4.2.2. Cálculo da admitância em derivação - Capacitância
4.2.3. Elementos série - Impedância
4.3. Constantes quilométricas de cabos isolados
4.3.1. Introdução
4.3.2. Impedâncias série
4.3.3. Capacitância em derivação

Transformadores de potência1
5.1. Introdução
5.2. Transformadores monofásicos
5.2.1. Considerações gerais
5.2.2. Princípio de funcionamento
5.2.3. Corrente de magnetização
5.2.4. Circuito equivalente
5.3. Transformadores trifásicos
5.3.1. Considerações gerais
5.3.2. Ligação triângulo
5.3.3. Ligação estrela
5.4. Carregamento admissível de transformadores
5.4.1. Introdução
5.4.2. Equacionamento térmico
5.4.2.1. Temperatura do óleo durante transitórios
5.4.2.2. Temperatura do óleo em regime permanente
5.4.2.3. Constante de tempo térmica do óleo
5.4.2.4. Equação térmica do ponto quente
5.4.2.5. Correção do valor da resistência ôhmica do enrolamento
5.4.2.6. Variação da temperatura ambiente
5.4.2.7. Perda de vida de transformadores
5.4.2.8. Valores característicos para transformadores
5.4.3. Vida útil de transformadores

Fluxo de potência
6.1. Introdução
6.2. Modelagem da rede e da carga
6.2.1. Considerações gerais
6.2.2. Representação de ligações de rede
6.2.2.1. Representação de trechos de rede
6.2.2.2. Representação de transformadores
6.2.3. Representação da carga em função da tensão de fornecimento
6.2.3.1. Considerações gerais
6.2.3.2. Carga de potência constante com a tensão
6.2.3.3. Carga de corrente constante com a tensão
6.2.3.4. Carga de impedância constante com a tensão
6.2.3.5. Composição dos modelos anteriores
6.3. A representação da carga no sistema
6.3.1. Considerações gerais
6.3.2. Carga concentrada e carga uniformemente distribuída
6.3.3. Carga representada por sua demanda máxima
6.3.4. Carga representada por curvas de carga típicas
6.4. Cálculo da queda de tensão em trechos de rede
6.4.1. Considerações gerais
6.4.2. Trecho de rede trifásica simétrica com carga equilibrada
6.4.3. Trecho de rede trifásica assimétrica com carga desequilibrada
6.5. Estudo defluxo de potência em redes radiais
6.5.1. Considerações gerais
6.5.2. Ordenação da rede
6.5.3. Fluxo de potência em redes radiais trifásicas
simétricas e equilibradas
6.5.4. Cálculo do fluxo de potência nos trechos e perdas na rede
6.5.5. Cálculo do fluxo de potência com representação complexa
6.5.6. Cálculo do fluxo de potência em redes assimétricas com
carga desequilibrada
6.6. Estudo de fluxo de potência em redes em malha
6.6.1. Considerações gerais
6.6.2. Métodos de Solução
6.6.2.1. Considerações gerais
6.6.2.2. Solução do sistema de equações pelo método de Gauss
6.6.2.3. Solução do sistema de equações por triangularização da matriz
6.6.2.4. Solução do sistema de equações pelo método de Newton-Raphson

Curto circuito
7.1. Introdução e natureza da corrente de curto-circuito
7.2. Análise das componentes transitórias e de regime permanente
7.2.1. Considerações gerais
7.2.2. Componente de regime permanente
7.2.3. Componente unidirecional
7.3. Estudo de curto circuito trifásico
7.3.1. Cálculo da corrente de curto circuito
7.3.2. Potência de curto circuito
7.3.3. Barramento infinito e paralelo das potências de curto circuito
7.4. Estudo do curto circuito fase terra
7.4.1. Cálculo de correntes e tensões
7.4.2. Curto circuito fase a terra com impedância
7.4.3. Potência de curto circuito fase aterra
7.5. Estudo dos curtos circuitos dupla fase e dupla fase a terra
7.5.1. Curto circuito dupla fase
7.5.2. Curto circuito dupla fase a terra
7.5.3. Curto circuito dupla fase a terra com impedância
7.6. Análise de sistemas aterrados e isolados
7.6.1. Considerações gerais
7.6.2. Análise de defeito fase aterra
7.6.3. Análise de defeito dupla fase a terra
7.6.4. Sistemas aterrados e isolados
7.7. Estudo de curto circuito em redes em malha
7.7.1. Considerações gerais
7.7.2. Representação matricial da rede
7.7.3. Cálculo das correntes de curto circuito
Qualidade do serviço
8.1. Introdução - Uma visão de qualidade de energia
8.2. Continuidade de fornecimento
8.2.1. Avaliação da continuidade de fornecimento a posteriori
8.2.2. Avaliação da continuidade de fornecimento a priori

Skype Me™!
Livraria BIOTEC Ltda - Sao Paulo - SP - Tel: (11) 4063.0580 (fixo) / 99441.5574 (cel) - Email: biotec@livrariabiotec.com.br
Desenvolvido por Planetária - Soluções para Internet